Pular para o conteúdo principal

Postagens

Para seguir? Por aqui.

Para seguir? Por aqui.

Companheiros de Alquimia

Translate

Texto 24 - Ah eu quero

  D espir-me  quero sim das roupas que cobrem  minha pele e sem culpa  andar por aí e  por ali sem precisar dar sequer uma explicação. Quero muito e vou e vou agir na direção certa  desse meu alvo. E esse tal não é um outro ou uma outra, mas nua estarei entre as paredes que me abrigam e onde de total liberdade posso ser sem sombra de dúvida eu mesma e todas as outras e todos os outros que desejar ser. Juntos faremos a festa e a realidade lá fora,  talvez olhemos  um momento ou outro pela fresta,  a mesma que trás a claridade  e os raios de luz  de vez em vez. A eu quero e vivo assim, por mim,  para mim e pra mim. Certo ou errado seja o ato ou a expressão,  sigo vivendo da  forma que entendo ser a melhor.                                      Alice Alquimia
Postagens recentes

Texto 23 - Encabulamento

  Encabulamento é   quando a gente  fica sem graça por esse ou aquele motivo. Quando o amor da gente diz que ama e não  nos cabendo em nós darmos um jeito de desconversar como  se não acreditássemos. Por fora a face aquece, os olhos brilham  e nesse desconversar  escondemos dentro  o esfuziamento da alma  e do coração. O encabulamento não deveria tomar  lugar do festa e da  alegria da celebração. Mas se somos assim...  melhor que o nosso outro nos conheça a ponto de alegrar-se com o simples e  esfoguear de nossa  face. Encabulamento é assim... simples desse jeito.                          Alice Alquimia

Texto 22 - E a Fala

 E a fala   c ala   a razão ou  mesmo a intenção  daqueles que sem rumo nem olham a direção. Segue sem rumo, sem prumo  e quase beiram a desilusão... E a fala muitas vezes cala  e até anula  a sensação,  mesmo  antes de exposta de fato ser. E a Fala cala, exclui, aborta  a esperança do que quase veio a nascer. Isso quando quem abre a boca,  esquece de ouvir e de que todo diálogo tem o tempo,  o passo e o compasso do respirar  pra toda oração fazer entender.                         Alice Alquimia

Texto 21 - Novidade

  É quando    o  ar  fresco  segue espalhando calmaria e sortilégios por toda parte.  Nada é empecilho ao caminho das estrelas que iluminam as noites e das flores que  perfumam os dias. Novidade é sorrir sem receio  e viver todos os dias sem limites. É olhar o horizonte além e sonhar  com dias melhores. Novidade é isso; e é aquilo, e é muito mais que a mente puder dimensionar.                              Alice Alquimia

Texto 20 - Consciência

  É a delícia   de saber viver a alegria  de cada dia. É  deixar as lágrimas rolarem na hora que a alma assim decide. É não complicar aquilo que não precisa ser dificultado. É não precisar explicar mais essa ou aquela situação Consciência É saber fazer da Vida uma linda  Poesia  na simples forma de melodia.                  Alice Alquimia

Texto 19 - Novidade de Vida

  A cordar   todos os dias é um ato a ser celebrado com alegria e pompa. Abrir os olhos, esticar braços e pernas, bocejar com toda vontade é uma dessas formas de celebração. Depois tomar uma xícara de café ou chá  ou até mesmo um copo de água ou suco é a continuação dessa maravilhosa festa que é o viver um dia por vez e assim alimentar sempre e sempre essa Novidade de Vida que é o viver.                                             Alice Alquimia

Texto 18 - Aqui e Ali

C onstruir   a nossa história deve ser  sempre algo bom. Independendo das circunstâncias de  Janeiro a Dezembro seguimos amando e sendo amados,  trocando experiências, assumindo nossas  limitações   sem receio da verdade. Nem por isso a vida é fácil, ou menores os desafios. Hoje contudo é o tal 1º de Abril, tempo de caminharmos de mãos dadas rindo, cantando e refletindo, sem perder o brilho nos olhos. Assim seguimos construindo a nossa história somando  um dia de cada vez.                                 Alice Alquimia