Pular para o conteúdo principal

Texto 32 - Desse jeito

Um corpo junto ao outro,
bem perto, colado; é tudo que  domina o pensamento e o querer.
O pelo eriçando enquanto o cheiro se mistura ao do outro.
As mentes já não precisam pensar.
Depois do toque, a boca seca, a língua lambe e o vai e vem frenético
 toma o tempo e o espaço até a exaustão.
Paixão e desejo é esse furacão assim... desse jeito.
Alice  Alquimia
Domingo, 22 de setembro de 2019
Ultimo dia de inverno,
véspera de Primavera no Brasil


Comentários

Pedro Coimbra disse…
Some like it HOT!!!!
Bjs, boa semana
chica disse…
Bem descrita a sensação de assim estar! Lindo! bjs, chica
Graça Pires disse…
Um texto de paixão. Muito bom. Gostei imenso.
Uma boa semana.
Um beijo.
silvioafonso disse…
A exaustão, como diz a poeta, estanca
o movimento dos corpos, mas não o do
amor que perdura enquanto pulsa.
Beijos querida.
saudade disse…
Fantástico para o ultimo dia de inverno.
Boa semana
Edumanes disse…
Não só o pelo se eriçando,
como faz aumentar o desejo
quando os corpos se tocando
e os lábios num louco beijo!

Fantástico o que e como escreveu,
com palavras tudo, tão, certinho
de as ter lido, tanto, adorei eu
sempre que visito o seu cantinho!

Tenha uma boa tarde de Segunda-feira cara amiga Alice Alquimia. Beijinho.
Um poema de paixão com uma nesga de erotismo qb que ficou muito bem.
Gostei bastante!
Beijinhos
Boa semana.
:)
JLynce disse…
Simplesmente divinal...
Beijinho
Kique disse…
Muito bonito
Gostei de ler
Bjs
Kique

Hoje em Caminhos Percorridos - Hoje foi demais…
CÉU disse…
Tão sensual e tão erótico! Tão bem escrito e tão bom!

Beijos, Alice!
betonicou disse…
Letras escritas na beleza de um vulcão! Gostei imenso, Alice. Grande beijo.

Postagens mais visitadas deste blog

Texto 1 - Era assim

Era uma tarde diferente.
Tudo e todos lá fora estava e estavam agitado e agitando.
Mas, dentro... dentro era um silêncio só; daqueles dos bons.
Havia como que uma canção muda no ar.
Tinha impressão de as vezes ouvir o próprio coração e de
 sentir o sangue correndo nas veias.
Era assim.
Aliás sempre fora assim: por fora a sonoridade gritante.
Enquanto por dentro a calma e paz a cada movimento.
Alice Alquimia
domingo, 03 de fevereiro de 2019
Verão no Brasil

Texto 13 - Assim Nua na Chuva

Que a chuva bem vinda molhe meu corpo todo e sem trégua e sem
esquecer de nenhum lugar.
Que lave assim minha carne, minha alma e também
 meus sentimentos tão diversos.
E que assim lavando leve para sempre e para longe
tudo que me afastar de mim mesma.
Que assim nua eu permaneça depois que a chuva
passar.
Não nua de vestes mas sim de sentimentos e atitudes
que não me coduzam ao meu destino.
E caso a chuva volte, será sempre bem vinda como é bem
vinda essa nova era, esse novo tempo e esse novo mes.
Eu os receberei com alegria
Assim Nua na chuva.
Alice Alquimia
Sexta feira, 01 de Março de 2019
Verão e Carnaval no Brasil

Texto 7- Porque a Vida é assim

Sem explicação.
Sem sentido muitas vezes somente o que nos
resta é remar seguindo em frente quase cegamente.
Não dá pra chorar continuamente, mas também não dá
fingir não sentir:
Sejam as tragédias mundiais lá bem longe,
sejam as barreiras por aqui,
seja o com triste acontecimento os meninos do futebol
ou o a morte insperada e trágica de um extraordinãrio
jornalista.
Que sei eu da vida? Nada.
Mas sei que
Tudo segue seu rumo e sempre adiante
Porque a Vida é assim...
Alice Alquimia
3a feira, 12 de fevereiro de 2019
Verão no Brasil