Pular para o conteúdo principal

Texto 31 - Que bobagem

Essa coisa de amar mais ou amar menos e nem pensar em amar mais ou menos.
Pior ainda é a tolice de dizer que se gosta mais ou que quer mais ou menos.
Ou se ama  e se que; e ponto.
É possível querer e não amar, mas amar sem querer é quase impossível.
Tantas conjecturas de nada servem na vez do sentimento e do querer.
Que bobagem
Pensar tanto, agir de menos e ficar no compasso da espera.
Se a oportunidade surgir  é melhor jogar a toalha e
cair nos braços do prazer.
Bobagem ficar pensando no antes ou ficar se martirizando por conta
no depois.
Viver deve ser um ato simples, mas contínuo de prazer.
Alice Alquimia
Domingo, 15 de setembro de 2019
Fim de inverno no Brasil



Comentários

chica disse…
Muito acertadas palavras... Nem mais ,nem menos, apenas tudo vivenciar... bjs, chica
Anônimo disse…
Definiste na perfeição a diferença entre o amor e o tesão.
Gracita disse…
Na medida certa. O importante é vivenciar o momento e desfrutar dos prazeres com emoção
Um abraço e feliz domingo
Agostinho disse…
Não há muito ou pouco,
não é?
Há sim ou não mas
o que faz diferença, é
a forma de expressão.

Bem dito, Alice.
Bom viver p'ra você.
Giancarlo disse…
Concordo con te.
Buona serata
CÉU disse…
Nem mais, nem menos, Alice, mas tudo, inclusive o amar, na medida certa. A vida, desse jeito, faz todo o sentido.

Beijos e boa semana.
Graça Pires disse…
Gostei muito do seu texto.
Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
Uma boa semana.
Um beijo.
Jaime Portela disse…
Tem carradas de razão.
Um texto certeiro, gostei de ler.
Boa semana.
Abraço.
Olá!
Precisamos estar totalmente presente nos nossos sentimentos e ações. Estar pela metade, resulta em algo que mais causa peso e frustrações do que alegrias e prazeres.
Obrigada por sua visita no "mulheres".
Um abraço
Sônia
Olá!
Precisamos estar totalmente presente nos nossos sentimentos e ações. Estar pela metade, resulta em algo que mais causa peso e frustrações do que alegrias e prazeres.
Obrigada por sua visita no "mulheres".
Um abraço
Sônia
Kique disse…
De volta, depois de férias, cá estou para mais uma visita….

Kique

Hoje em Caminhos Percorridos - O que levamos no peito
Pedro Coimbra disse…
Medir a intensidade do amor é uma tolice.
Bjs
Jaime Portela disse…
Passei para ver as novidades.
Alice, aproveito para lhe desejar um bom fim de semana.
Beijo.
Fá menor disse…
E é o Amor que nos salva.

Bjs.
Maria Rodrigues disse…
Brilhante reflexão.
No amor não pode haver meio termo, ou se ama ou não se ama.
Beijinhos
Maria
silvioafonso disse…
Mesmo assim, Alice, eu acredito que cada um ama ou é amado de acordo com a sorte que tem.
Quando você ama, concede a pessoa amada o direito de bagunçar sua vida enquanto ela, nem sempre gosta menos do seu cão de estimação do que gosta de você. Como todos sabemos, a natureza é perfeita, mas peca dando à pessoa amada direitos de enlouquecê-la, quando, na verdade, deveria ser o contrário. Nesses momentos eu, silvioafonso, por mais que me esforce, chego a pensar que amar nada mais é do que um crime inafiançável.
Adoro vir aqui. Beijos.
Tais Luso disse…
Palavras certeiras, não existe amar muito ou pouco, gostar muito ou pouco, existe amar e gostar com uma intensidade só!
Ótimo!
Beijo, uma boa semana pra você, Alice!

Postagens mais visitadas deste blog

Texto 95 - A vida toda

É um imenso carrossel,   daqueles  que giram e giram                                                                                        enquanto tudo que se pode ver lá fora em apenas flashes de coisas;                                                             e as vezes até gentes.                                                                                                                                                           Mas tudo se mostra tão distorcido                                                                                                                                     que dá vontade de fechar os olhos e deixar o mundo girar e girar...                                                                          Até penso que a vida é assim mesmo desse jeito.                                                                                                           Foi possível prestar mais atenção nessa vida carrossel,                                       …

Texto 94 - Não mais

Nãosomente uma, mas muitas e muitas vezes;                                                                                                             amei acreditando no melhor daqueles a                                                                                                         quem direcionava meu afeto.                                                                                                                            A cada tentativa frustrada de me mostrar,                                                                                                      mesmo aceitando o outro ou  a outra de forma irrestrita,                                                                        eu por muito tempo ainda não me dava por vencida.                                                                                  As cicatrizes na alma foram se somando de tal forma                                                                                   que resolvi transf…

Texto 81 - Viver Bem

Vamos brincar de viver bem?                                                                                                                  Vamos dar margem para a alegria e boas coisas da vida.                                       Vamos sim parar de contar os dias e passar a somar esperanças.                 Vamos guardar as tristezas bem como as experiências negativas para melhorarmos quando surgirem os novos aprendizados.                                            Vamos sim brincar de viver bem,                                                                             pois somente assim teremos notas de novas canções e novas cores em nossa palheta.                                                                                                                           Vamos sim acreditar em um novo amanhã,                                                                  mas vivendo bem o nosso hoje.                                                                               …