Pular para o conteúdo principal

Texto 24 - Ah eu quero

Despir-me das roupas que cobrem minha pele e sem culpa
andar por aí e por ali sem precisar dar sequer uma explicação.
Quero muito e vou e vou agir na direção certa de meu alvo.
E esse tal não é um outro ou de uma outra,
mas nua estarei entre as paredes que me abrigam
e onde de total liberdade posso ser sem sobra de dúvida
eu mesma e todas as outras e todos os outros que
desejar ser.
Juntos faremos a festa e a realidade lá fora, talvez olhemos
u momento ou outro pela fresta, a mesma que trás a claridade
e os raios de luz de vez em vez.
A eu quero e vivo assim, por mim, para mim e pra mim.
Certo ou errado seja o ato ou a expressão, sigo vivendo da
forma que entendo ser a melhor.
Alice Alquimia
Inverno no Brasil, sábado, dia 20 de julho de 2019

Comentários

JLynce disse…
Lindo...
Beijinho, minha querida
Que lindo,Alice! Não vejo opção de seguir vc ou seguiria rapidinho.

Se gostou de meu blog,siga_me e sempre comente


Obrigada pela visita e volte mas vezes

Beijos sabor carinho e um domingo de alegrias


Donetzka

Blog Magia de Donetzka
Achei os seguidores e já a sigo,Alice. Retribui??
Beijos

Donetzka

Blog Magia de Donetzka
Pedro Coimbra disse…
Grite liberdade!!!
Bjs, boa semana
silvioafonso disse…
É isso mesmo criatura. Se tu és dona das
tuas vontades, faças o que te der na telha,
quer dizer, te der vontade.
Beijos e beijos.




.
luisa disse…
Isso é que é ser livre. :)
betonicou disse…
Bem intenso, Alice! Belo! Geande beijo.

Postagens mais visitadas deste blog

Texto 1 - Era assim

Era uma tarde diferente.
Tudo e todos lá fora estava e estavam agitado e agitando.
Mas, dentro... dentro era um silêncio só; daqueles dos bons.
Havia como que uma canção muda no ar.
Tinha impressão de as vezes ouvir o próprio coração e de
 sentir o sangue correndo nas veias.
Era assim.
Aliás sempre fora assim: por fora a sonoridade gritante.
Enquanto por dentro a calma e paz a cada movimento.
Alice Alquimia
domingo, 03 de fevereiro de 2019
Verão no Brasil

Texto 13 - Assim Nua na Chuva

Que a chuva bem vinda molhe meu corpo todo e sem trégua e sem
esquecer de nenhum lugar.
Que lave assim minha carne, minha alma e também
 meus sentimentos tão diversos.
E que assim lavando leve para sempre e para longe
tudo que me afastar de mim mesma.
Que assim nua eu permaneça depois que a chuva
passar.
Não nua de vestes mas sim de sentimentos e atitudes
que não me coduzam ao meu destino.
E caso a chuva volte, será sempre bem vinda como é bem
vinda essa nova era, esse novo tempo e esse novo mes.
Eu os receberei com alegria
Assim Nua na chuva.
Alice Alquimia
Sexta feira, 01 de Março de 2019
Verão e Carnaval no Brasil

Texto 7- Porque a Vida é assim

Sem explicação.
Sem sentido muitas vezes somente o que nos
resta é remar seguindo em frente quase cegamente.
Não dá pra chorar continuamente, mas também não dá
fingir não sentir:
Sejam as tragédias mundiais lá bem longe,
sejam as barreiras por aqui,
seja o com triste acontecimento os meninos do futebol
ou o a morte insperada e trágica de um extraordinãrio
jornalista.
Que sei eu da vida? Nada.
Mas sei que
Tudo segue seu rumo e sempre adiante
Porque a Vida é assim...
Alice Alquimia
3a feira, 12 de fevereiro de 2019
Verão no Brasil